Clareza do Discurso


Na semana passada trabalhei com a mais adorável menina de três anos com Autismo. Ela tinha um cabelo loiro ondulado que gostava de abanar, vestia um babygrow e era muito generosa nos seus sorrisos e abraços. Nós demos-lhe o nome de menina fada por causa da sua aparência e do seu bonito espírito. Ela produzia muitos sons maravilhosos, frequentemente falava em frases longas que, a maioria das vezes, eram muito musicais e completamente ininteligíveis.

O desafio dela era a clareza do discurso - ao trabalhar com ela apercebi-me de que por diversas vezes ela não colocava os lábios juntos ao falar - por isso não admira que fosse tão impercetível. Assim que percebemos isso, pudémos ajudá-la a ser mais clara, usando as seguintes técnicas do Son-Rise Program:
  1. Explicar detalhadamente como e quando juntar os lábios para produzir um som.
  2. Mostrar como e quando é que nós juntamos os lábios ao formar uma palavra.
  3. Celebrar de todas as vezes que ela colocava os lábios juntos.
Se as vossas crianças não são claras, percam algum tempo a observar como é que elas estão a utilizar a boca. Abrem a boca ou apenas balbuciam sem a abrir muito? Colocam os lábios juntos para produzir os sons "B" ou "P"? Colocam a língua atrás dos dentes ou no céu da boca? Contraem os lábios para produzir o som "iii" - ou arredondam os lábios para produzir o som "R"? Assim que perceberem o que é que elas não estão a fazer, poderão ser mais claros a ajudá-las a serem mais claras.

Com amor para todos vocês,

Kate Wilde Professora do The Son-Rise Program® no Autism Treatment Center of America

Etiquetas: , ,