A Alegria de se Juntar

"Durante a última formação do Son-Rise Program Start-Up® , uma das mães contou como se Juntou à sua filha Faith numa das suas atividades repetitivas, pela primeira vez. Contou ao grupo como essa experiência foi bonita e como se se sentiu ligada à criança. A sua filha Faith, de 19 anos, diagnosticada com autismo, tem um comportamento repetitivo em que fica a segurar um pequeno pedaço de papel em cada mão e a esfregar um no outro repetidamente. Normalmente, diziam à sua filha para parar com esse comportamento ou, então, deixavam-na sozinha a fazer isso. Quando a mãe ouviu falar do The Son-Rise Program® , foi ler sobre a técnica de Juntar - interagir e encantar-se com as mesmas ações que a criança quer fazer repetidamente. Por isso, um dia decidiu tentar isto com a sua filha. 
Pegou em dois bocados de papel, um em cada mão, sentou-se à frente da sua filha Faith e começou a esfregar os papéis um no outro, tal como a filha fazia. De imediato, a Faith olhou para as mãos da mãe e, depois, para a cara da mãe com espanto e curiosidade. A mãe da Faith nunca tinha feito isto antes. A filha fixou o olhar na mãe, a ver todos os movimentos que esta fazia ao mexer no papel e sorriu amorosamente para a mãe. Foi um momento fantástico e maravilhoso tanto para a Faith como para a sua mãe.
No dia seguinte, por volta da mesma hora, a mãe fez exatamente o mesmo que tinha feito no dia anterior e Juntou-se à Faith a mexer no papel. Mais uma vez, a Faith olhou com espanto para a mãe. No dia seguinte a mãe atrasou-se a Juntar-se à sua filha para mexer no papel e, então, a Faith foi à sua procura. Quando a filha encontrou a mãe noutra divisão da casa, foi ter com ela, deu-lhe dois bocados de papel e disse “brinca, brinca”. Foi um momento incrível e fantástico para a mãe... A sua filha estava à sua procura... Era importante para a Faith que a mãe se Junta-se a ela para fazer o que ela gostava.
Ideias a ter em mente quando se Juntar aos comportamentos repetitivos da sua criança.

• Juntar-se nunca é uma perda de tempo: Juntar-se à sua criança é importante para ela. Mesmo que a sua criança não esteja a olhar diretamente para si ou a interagir, ela sabe o que está a fazer. Elas pensam que vocês estão a fazer o mesmo que elas, que vocês estão interessados nelas e no que elas estão a fazer. Esta consciencialização irá aumentar e ajudá-las a ficar mais interessadas e a interagir convosco.

• Juntar-se é um modo claro de mostrar à sua criança que a ama mesmo quando tem comportamentos autistas. Juntar-se à sua criança (divertir-se totalmente quando se Junta a ela numa atividade) mostra-lhe que gosta dela e se sente bem com ela mesmo que esteja a ser autista. Se estiver infeliz, desapontado/a, triste, etc. ao ver a sua criança com comportamentos repetitivos, então, a mensagem que lhes vai passar é a de que não gosta dela nem se sente bem com ela quando está com comportamentos autistas. Se tem consciência de que se sente infeliz nessas alturas, aproveite este sinal para procurar ajuda, para procurar uma sensação de conforto e de paz com o autismo da sua criança (contacte-nos, podemos ajudar!) 

• Relações de Amor e Carinho são construídas com base na reciprocidade - dar e receber: Queremos que a sua criança fique mais interessada e motivada para interagir e estar connosco. Uma relação de amor e carinho envolve que outra pessoa esteja interessada em mim e que eu esteja interessada nessa pessoa. A sua criança está interessada em fazer algo repetidamente. E você está interessado/a nela e no que está a fazer, ou está mais preocupado/a em fazer com que ela se interesse por si e no que você está a fazer? Juntar-se é um modo de mostrar o seu interesse pela sua criança, um modo de dar à relação, de modelar o que pretende que elas lhe deem. Juntar-se é um modo sincero de estar com a sua criança, não é um truque para que ela faça o que você quer que ela faça.

• Juntar-se irá ajudá-la/o a entender o mundo da sua criança: Uma maneira de se sentir próximo/a de outra pessoa é entendê-la melhor. Quando se Junta à sua criança tem a oportunidade de a conhecer melhor. Quando se Junta à sua atividade repetitiva, está a abrir a porta para entender a experiência da criança como ela própria a vivência. Causa-lhe alguma sensação em particular no seu corpo?.. São os sons?... Ou as formas e imagens visuais que reconhece?...  É tranquilizante e calmante de alguma forma? A sua criança é repetitiva por alguma razão que a ajuda. Juntar-se a ela é a forma que tem de descobrir o que poderá ser.
Aproveite para amar e Juntar-se à sua criança.


Amor e sorrisos,
William Hogan
Diretor Executivo de Programas, Professor Certificado do Son-Rise Program®  & Professor/Formador”

Etiquetas: , , ,